Conheça nossa metodologia exclusiva
 

Nós transformamos dados e informações em conhecimento para o planejamento do futuro tecnológico de sua empresa. Nossa ferramenta realiza menor tempo de operação a leitura dos textos, classifica-os no espaço de busca  com maior assertividade na interpretação das informações, rapidez, alta qualidade, reprodutibilidade e fidelidade  aos critérios definidos no aprendizado de máquina.

 

 

METODOLOGIA F-PLAN

Processo Rápido de planejamento de produto, tecnologia e recursos para implementar o processo de mapeamento na empresa. É desenvolvido em 3 módulos: o Alinhamento Preliminar; a Realização do Roadmap em si; e a Validação do Roadmap montado.

Os benefícios trazidos ao optar pela Metodologia do F-Plan são:

  • Identificação de tendências tecnológicas;
  • Identificação das capacitações tecnológicas críticas;
  •  Facilitação do balanceamento entre o market pull e technology push;
  • Compartilhamento de conhecimento;
  •  Visão comum de todos do rumo tecnológico.

 

METODOLOGIA T-PLAN

Prospecção Tecnológica para elaboração de roadmaps tecnológicos aplicados a um escopo específico para um produto ou plataforma tecnológica. Indicada quando o objetivo são análises confiáveis de cenários e define mapas tecnológicos e direcionamento de ações estratégicas nas Organizações. 

Os benefícios que se tem ao optar pela Metodologia do T-Plan são:

  • Análises confiáveis de cenários;
  • Orientação tecnológica e direcionamento de ações estratégicas nas Empresas;
  • Emprego de metodologias: Análise morfológica, método Delphi, matrizes de decisão para definição de mapas tecnológicos: maior confiabilidade na elaboração dos roadmaps.

 

Metodologia A-Plan

Estrutura analítica para a realização de Previsões Tecnológicas e análise de tendências futuras. Mostra um panorama histórico de evolução da tecnologia e apresenta perspectivas
para ações de curto, médio e longo prazo.

Os benefícios trazidos ao optar pela Metodologia do A-Plan são:

  • Visão panorâmica do histórico e evolução da tecnologia e consequentes  deduções parciais de tendências;
  • Abordagem individual dos players;
  • Conhecimento das áreas tecnológicas de maior força de cada um dos competidores;
  • Base sólida de dados por meio de Desk Research (pesquisa secundária na Internet) e fontes pagas, levantamento dos principais artigos científicos, papers de conferências, relatórios de mercado e indicadores financeiros econômicos dos players definidos pelo escopo;
  • Valorização das fontes internas de dados,  participação ativa dos especialistas e executivos da empresa.